Sem sentido

Não faz sentido escolher o álcool para suplantar sentimentos ou para criar um momento de euforia que passa em horas. Permitir que o álcool domine a nossa vida, as nossas relações, os nossos sentimentos. Permitir que nos transforme naquilo que não somos. Não faz sentido.

alcool

 

O álcool é um inimigo silencioso e aceite pelas sociedades. É um veneno socialmente aceite. Quem é que nunca foi “obrigado” a beber num encontro familiar, sob o pretexto de que “não faz mal a ninguém!” ou “só faz crescer!” ou “vá lá, um copinho não faz mal a ninguém!”. Todos nós fomos, e somos, influenciados para consumir e perdemos a noção real de que o álcool é, de facto, um inimigo.

Por favor, estejam atentos. Não bebam em demasia ou não bebam de todo. Sejam conscientes.

Ingratidão

Como é que posso continuar ao lado de alguém que parece desprezar-me, que parece já não me amar? Eu sei que é o álcool a atormentá-lo e a moldar-lhe a personalidade, os gestos e as palavras. Mas sofro e muito. Quero manter-me firme a seu lado, só que custa. Estou em sofrimento, também, e cada minuto é um suplício.

Há momentos em que quero desistir, esquecer que tudo isto está a acontecer, acordar e ter uma vida normal. Ou, pelo menos, sem ter que viver com este monstro a roubar-me o meu amor.

Lutar também cansa. As batalhas não têm sido fáceis e espero não ter perdido ainda a guerra.