Onde estás?

Onde estás, meu amor?

Não sei onde estás. Procurei-te por todo o lado, corri becos, ruas e avenidas. Onde estás? Revi a nossa última discussão vezes sem conta. Percebo que não consigas enfrentar a realidade e que penses que o melhor será fugires, mas está enganado. O melhor é enfrentares o problema e procurares a solução. Não estás sozinho.

Não te quero longe de mim. Quero-te a meu lado.

Adoro-te. Não desistirei de ti.

Reciclagem

Eu adoro artigos antigos, seja mobiliário, objetos de decoração, roupas, bijutaria, loiça, tachos e panelas, livros, postais, mapas, cartas, etc. Tudo o que estiver relacionado com uma época que não vivi, incluindo casas, carros e motas.

E, há por ai pessoas a desempenhar um trabalho fantástico na reciclagem e recuperação do antigo. Não gosto propriamente daquelas transformações radicais que conferem um aspeto moderno aos artigos, mas sim recuperações que mantenham os traços originais e que, ao mesmo tempo, adaptem o antigo a um ambiente moderno.

E vocês já recuperaram algum móvel antigo?

ba

ba2

ba3